sábado, 27 de fevereiro de 2016

O retrato dos laboratórios de informática

Essa é a realidade dos laboratórios de informática nas escolas de Tucuruí

Essa imagem é de um laboratório de informática de uma escola do município de Tucuruí, mas poderia ser de qualquer outra da rede municipal ou estadual. O que vemos é um sucateamento total. Máquinas que não funcionam, encostadas e empilhadas umas sobre as outras. Estes espaços pedagógicos, que deveriam servir de poderoso suporte ao ensino, uma vez que permitem a pesquisa através da internet, de fato, não funcionam. Quando muito, acabam sendo reutilizados como “salas de vídeo” improvisadas.

Acredito que não se trate de falta de recursos financeiros para que passem a funcionar adequadamente, assim como grande parte dos problemas enfrentados pela educação, seja em nosso município ou em outro lugar qualquer do Brasil. O problema é, em grande parte, de gestão.

Isso fica claro quando percebemos que quem está lotado nesses espaços têm um conhecimento mínimo (ou nenhum) de informática. Muitas vezes não sabendo nem conectar os cabos para pôr em operação uma máquina. Outro erro gravíssimo, e que serve como termômetro para medir o grau de desinteresse da gestão pública, é o fato de estes espaços servirem ainda para “encostar” servidores em desvio de função em vez de encaminha-lo para o tratamento adequado.

De fato os recursos são escassos e a educação é dispendiosa, mas não pode ser vista como gasto a ponto das economias que se fazem prejudicarem a formação dos alunos. As vezes uma leitura correta do problema apresentado e ousadia na gestão pública valem muito mais do que um cofre cheio nas mãos de quem o utiliza como outros objetivos.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Agora professores pagam meia no cinema

Assim começou a campanha pela meia entrada
Surtiu efeito nossa mobilização pela meia entrada para os professores no cinema Mobi Cine de Tucuruí. Apesar de existir desde 2008, a Lei Municipal Nº 7.991/2008, que garante o benefício, estava sendo desrespeitada pela direção do cinema com a desculpa de que desconhecia sua existência. Fomos atrás da lei e a encontramos na Câmara Municipal depois de uma conversa com sua autora, a ex-vereadora Nilda.

De posse de uma cópia impressa, retornamos ao cinema, dessa vez com o sindicato da categoria, o Sintepp. Assim jogamos por terra o argumento do desconhecimento da lei. Temos aqui que reconhecer que a direção do Mobi Cine acatou de imediato nossa reivindicação após a apresentação da lei.

É bom ressaltar que a cidade de Tucuruí é privilegiada, pois é uma das poucas cidades paraenses que possui salas de cinema e é por isso que fazemos um chamamento para que a população prestigie. Agora é aproveitar pra pegar um cineminha e continuar lutando por mais incentivo à cultura em nosso município.

Prof. Guto Magalhães

Clique para ver a Lei na Íntegra:



 Um meme nas Redes sociais chamando pra luta:



domingo, 21 de fevereiro de 2016

Relembrando: Prof. Guto Magalhães fala sobre a proclamação da República em uma rádio da cidade - Parte I

video
Essa é a parte I da entrevista ao programa Tribuna do Povo, da Rádio Filadélfia FM, que tratava das comemorações pelos 123 anos da proclamação da República no Brasil.

Relembrando: Prof. Guto Magalhães fala sobre a Proclamação da República em uma rádio da cidade - Parte II

video
Essa é a parte II da entrevista ao programa Tribuna do Povo, da Rádio Filadélfia FM, que tratava das comemorações pelos 123 anos da proclamação da República no Brasil.

sábado, 20 de fevereiro de 2016

PCdoB realizou Curso de Formação em Tucuruí

O PCdoB de Tucuruí finalizou na sexta-feira, 19 de fevereiro, a primeira turma do curso de Formação Política de Nível I: Marxismo Leninismo – Noções gerais. Participaram das aulas dirigentes do Partido, filiados e simpatizantes. Foram três noites de muita dedicação e debates, que aconteceram no Aud. do Sintepp sob a coordenação dos professores e historiadores Guto Magalhães e Newton Guimarães.

Aqui vão nossos agradecimentos a toda(o)s que, de alguma forma, colaboraram para sua realização. Em breve realizaremos outros cursos para que nossa militância se prepare mais e melhor para a luta de ideias que, como aprendemos, é um campo muito disputado da luta de classes.

Relembrando lutas passadas

Antigo militante do PCdoB, aqui o Prof. Guto Magalhães participava de uma panfletagem na Pça. da República, em Belém, no ano de 2004.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Desde 2011 professores reivindicam abono do FUNDEB

Entrevista para o TJ Regional, da TV Floresta de Tucuruí/PA, em 2011 sobre a greve dos professores da Rede Municipal de Ensino. Os Docentes reivindicam abono-Fundeb e 18,5% de reajuste salarial.